Categorias
Coaching Estratégia Finanças Geral Gestão Produtividade

10 coisas que aprendi com Abílio Diniz e ele não sabe que me ensinou

10 coisas que aprendi com Abílio Diniz e ele não sabe que me ensinou

O próximo grande empresário da minha série é o brasileiro Abilio dos Santos Diniz, paulistano, nascido em dezembro de 1936.

Empresário hábil, Abilio Diniz tem seu nome, seu espírito empreendedor e sua capacidade de liderar e inspirar pessoas atrelado aos resultados de empresas como BRF, Península participações, Pão de Açúcar, Extra, Atacarejo, Assaí Ponto Frio, Casas Bahia entre outras operações empresariais que, de alguma forma receberam sua influência direta ou indireta.

Aqui estão as 10 coisas que aprendi com Abílio Diniz e ele não sabe que me ensinou:

1 – Aprender sempre é a melhor maneira de continuar a crescer

Diniz ensina que devemos buscar ser hoje, melhor do que ontem e amanhã, melhor do que hoje. Se levarmos este conceito para a vida e para os negócios, o crescimento é certo.

2 – Comece amando o que você já tem

Pensar grande é importante, mas temos que ser gratos e amar o que já conquistamos. Isso nos dará energia e contentamento para enfrentar novas e melhores fases que certamente virão para quem valoriza o trabalho e aquilo que já conquistou, sejam grandes ou pequenas coisas.

3 – Valorize mais os exemplos do que os “padrinhos”

Perder tempo esperando alguém fazer por você o que você mesmo poderia fazer, ou ficar a sombra de terceiros esperando que lhe apoiem pode fazer você perder muito tempo.

Abilio Diniz tem origem em família modesta, assim como a grande maioria de nós brasileiros. Seu pai veio de portugal e morreu em 2008,  começou a vida trabalhando em uma padaria.

Seu conselho é que a gente procure se inspirar e modelar pessoas que admiramos e que ensinam principalmente pelo seu exemplo.

4 – Busque referências

Não só no Brasil, mas no mundo inteiro, temos uma absoluta falta de bons exemplos e referências para que os jovens possam se inspirar.

5 – Valores ensinam mais que palavras

Diniz ressalta que são valores sólidos demonstrados em atitudes é que melhora o aprendizado das pessoas.

Entre valores importantes para Abilio Diniz estão a humildade, vontade de aprender sempre, garra, disciplina e equilíbrio emocional.

6 – Lucrar não é pecado

Em uma palestra para alunos do MIT ( Instituto de Tecnologia de Massachusetts ), Diniz ressaltou a importância do capitalismo consciente, que é olhar além do lucro puro e simples.

Mas destacou que sem lucro não existe empresa. Então lucrar não é pecado e você precisa sim fazer todo o possível para ter um negócio lucrativo, sem perder de vista sua satisfação pessoal, a satisfaçÃo dos acionistas, a preservação do meio ambiente e sempre entregar valor aos seus clientes.

7 – Processos e pessoas sempre

Para Abilio Diniz, o segredo do sucesso de qualquer negócios dependem de dois pilares que precisam ser muito forte: processos e pessoas. Se tudo está indo bem, é porque você tem bons processos e boas pessoas. Se as coisas não estão indo bem, devemos olhar as mesmas coisas: processos e pessoas.

8 – Todos temos limitações e devemos conhecê-las

Sim! Sempre há algo a melhorar, a aprender e a realizar. Não devemos ser obcecados para não sermos induzidos ao erro. É ser grato por quem você é e buscar ser melhor a cada dia, sem estresse e sem sofrimentos exagerados.

9 – Empreender contribuindo para um mundo melhor

Na visão de Abilio Diniz, empreender é criar algo que agregue valor ao mundo.

Isso não quer dizer que você precisa reinventar a lâmpada. Basta olhar um mercado, mesmo que já empresas atuando neste nicho e pense: Que diferenciais eu poderia agregar a este serviço ou produto que faça sentido para as pessoas? Vou ser igual aos outros ou terei algo de novo para contribuir. Das duas formas dá para empreender.

10 – Ser Feliz

Abilio ensina que só há uma prioridade na vida. Então temos que ajustar todas as outras prioridades para uma única meta que vale a pena: ser feliz.

Se você gostou deste artigo, curta, compartilhe e vamos ajudar a espalhar conhecimento útil no mundo.

Categorias
Coaching Estratégia Gestão Produtividade

10 coisas que aprendi com Walt Disney e ele não sabe que me ensinou

10 coisas que aprendi com Walt Disney e ele não sabe que me ensinou

Quem nunca se encantou, riu, ou se emocionou com uma das criações de Walter Elias Disney, que depois virou o grande e aclamado em todo o mundo Walt Disney.

Walt Disney foi produtor, cineasta, diretor roteirista, animador, e principalmente um dos grandes empreendedores que já pisou neste planetinha, chamado terra! Ele foi cofundador da Walt Disney Company e nos presenteou com Mickey, Pato Donald e muitos outros personagens incríveis.
Foi o fundador da Disneylândia, um mundo de sonhos que é um negócio bilionário.

Disney tinha um lema: Continue em frente!

Então vamos as 10 coisas que aprendi com Walt Disney e ele não sabe que me ensinou.

1 – Sonhar grande e sonhar sempre
Uma vez ao discursar para seus colaboradores, ele disse: Vocês devem se lembrar que tudo começou com um rato.
Se olharmos com honestidade para nossos empreendedores, encontraremos poucos que sonham grande… na verdade alguns têm até medo de sonhar. Temos que acreditar que somos do tamanho dos nossos sonhos e, se podemos sonhar, então somos capazes de realizar.
O segredo está em parar de falar sobre os sonhos e começar a trabalhar em nossos sonhos.

2 – Seja persistente
Poucos sabem que a primeira empresa de Walt Disney, não foi a Disney Company. Foi uma empresa chamada Laugh O Gram, que faliu e deixou Disney tão endividada que precisou mudar de cidade para fugir dos credores.
Poucos sabem que Disney chegou a procurar comida no lixo e, por falta de abrigo, passou muitas noites dormindo em estações de trem.
Para transformar sonhos em realidade, mesmo diante da adversidade, temos que usar a ferramenta 3 Cs, que são: curiosidade, coragem, confiança e constância. Destes, talvez o mais importante é a coragem de acreditar em seus sonhos com todas as suas forças.

3 – Se o sonho se tornar pesadelo, continue sonhando.. vai passar!
O primeiro personagem de Walt Disney não foi Mickey Mouse. Foi Oswald o coelho sortudo, que ele acabou perdendo os direitos e parte da equipe que o abandonou.
Ele jurou que trabalharia até em algo tão bom quanto o personagem que perdeu. Foi assim que fez do ratinho Mickey, o primeiro passo para se levantar e criar o império que criou.
Ele disse certa vez: ” Toda a adversidades que enfrentei, todos os problemas e obstáculos me fortaleceram” Sabe aquele história de que até um chute no traseiro de leva pra frente? Pode acreditar… funciona.

4 – Projetos de sucesso têm o empreendedor e o administrador

Quase todos os empreendedores são visionários, criativos e querem fazer sua ideia brilhar. Mas temos que lembrar que alguém tem que pagar a conta de energia e manter as coisas práticas funcionando.
O administrador é quem vai ajudar a grande ideia virar resultados e não apenas aplausos e tapinha nas costas.
Walt tinha um irmão que cuidava da burocracia para ele brilhar. Roy Disney era o cara que trazia foco e ajudava Walt não entrar em enrascadas. Se você é visionário, tenha ao seu lado alguém que cuide da burocracia, pois ela pode te derrubar.

5 – Faça do seu negócio um verdadeiro show!
Ainda hoje quem visita a Disney não é tratado como cliente e sim como convidados. Quem trabalha lá, desde os executivos até o vendedor de algodão doce, não são colaboradores ou empregados, eles fazem parte de um elenco e estão lá para dar um show. A cultura Disney tem muito a ensinar para todos nós que empreendemos no Brasil. Eu detalho melhor isso na sequência.

6 – Não tenha clientes, tenha amigos e convidados
Essa mentalidade vai fazer você e sua equipe querer dar o seu melhor! Roy Disney o irmão administrador de Walt Disney, dizia que não é difícil tomar decisões quando seus valores e propósito são claros.
Os clientes da Disney Company eram as crianças, mas Walt Disney sempre olhou também os pais que pagavam a conta, criando coisas que tocavam também a criança interior que existe em cada um de nós.

7 – Não tenha empregados, tenha um elenco
É aqui que está a principal dor dos empreendedores brasileiros, e eu me incluo aqui.
Criar esta cultura de ter as pessoas certas, com o talento certo, com vontade de fazer o que é certo.
Para contar uma grande história, para realizar um grande show, sempre serão necessárias pessoas talentosas. Mas não qualquer pessoa talentosa. As pessoas do seu elenco precisa quer brilhar e querer que os colegas brilhem. Precisam entender que estão lá para dar show, e o importante é o show e não o ego ou a vaidade de gente que quer brilhar sozinhas. Este tipo de gente vai criar problemas, livre-se delas, e apoie que sonha seus sonhos com você.

8 – Não entregue produtos e serviços, entregue um show!
Ainda com o raciocínio anterior, o que as pessoas compram não é o produto ou serviço que você entrega. O que vai fazer a diferença para elas é a experiência que ela tem ao fazer negócios com você ou com a sua empresa.
Torne seu negócio divertido, emocionante, inspirador. Ajude as pessoas perceberem amor, sabedoria e humanidade em todos os pontos de contatos do seu negócio.
São sentimentos e conexões universais e eternas. Se as pessoas se sentem bem ao fazer negócios com você, elas sempre voltam.
Não é fácil, eu sei…mas lembre-se, se você pode sonhar, então você pode realizar.

9 – Melhore sempre seu show
Walt Disney tinha uma obsessão: fazer melhor! Pra ele não importava quanto ia custar, não importava se ia ser arriscado, e nem mesmo se não fosse dar lucro. Ele não se importava com as opiniões contrárias e nem que o trabalho fosse pesado demais para ele ou a equipe.
Enquanto alguns achavam que uma flor cantar ou uma árvore dançar era um exagero, Disney insistia em se diferenciar.
Quando tudo era preto e branco, ele produziu os primeiros desenhos coloridos, enquanto o cinema era mudo, ele começou a colocar sons. Eu aprendi com Walt Disney que tudo pode ser melhorado, se você quiser melhorar.

10 – O show começa em casa
Uma coisa importante sobre Walt Disney é que nunca devemos negligenciar a família. Quase sempre, as pessoas que são negligentes com os filhos, se arrependem.
Walt Disney apesar de famoso, era um pai presente. Contam que só aos seis anos a filha dele soube que o grande Walt Disney era seu pai, e lhe pediu um autógrafo.
Então temos que nos esforçar para apoiar nossos familiares mais próximo. Hoje em dia quando a criança fica toda hora chamando a atenção, os adultos dizem: “vai pra lá menino…”. Eles vão crescer, vão cuidar de suas próprias vidas e nós vamos envelhecer e tendemos a ficar solitários. ë nesta hora que a coisa se inverte e muitos dizem inutilmente: vem pra cá menino”…você esqueceu que tem pai é?

Bem, estas foram as 10 coisas que aprendi com Walt Disney e ele não sabe que me ensinou.

Para concluir, quero compartilhar algumas frases poderosas atribuídas a Walt Disney:

“Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade.”

“Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo. Mas sempre será necessário pessoas para que seu sonho se torne realidade”

“Para começar, pare de falar e comece a fazer”

“Eu gosto do impossível, porque lá a concorrência é menor”

“Quando você acreditar em alguma coisa, acredite até o fim, de forma inquestionável”

Para terminar, se você quiser ajudar a espalhar conhecimento, convido você a deixar o seu comentário e a compartilhar este conteúdo em suas redes sociais preferidas.

Categorias
Coaching Estratégia Gestão Produtividade

10 coisas que Steve Jobs me ensinou e não sabe

Steve Jobs para quem não sabe, ou se é que alguém não sabe, foi o criador da Apple, a empresa que revolucionou a computação pessoal tornando a experiência de todos os usuários muito mais rica, intuitiva e eficiente.

Ele nasceu em São Francisco, Estados unidos em 24 de fevereiro de 1955 e morreu no dia 5 de outubro de 2011.

Jobs era curioso, rebelde, inquieto, e para defender seus pontos de vista ou suas ideias, ele não media esforços.

Sua paixão na defesa de suas ideias, fazia muitos que trabalhavam com ele achá-lo grosseiro, intransigente e outros adjetivos negativos que quem é empreendedor apaixonado costuma receber de pessoas que não tem mindset empreendedor e dos haters de plantão.

Com seu estilo empreendedor agressivo, Jobs criou muitos inimigos…mas, até mesmo seus inimigos reconheciam que ele tinha uma genialidade rara.

Ele produziu muitas frases inspiradoras, impactantes e cheias de sabedoria.

Uma das que eu mais gosto é: SE VOCÊ SOUBESSE QUE HOJE SERIA O ÚLTIMO DIA DA SUA VIDA, VOCÊ IRIA QUERER FAZER O QUE ESTÁ PRESTES A FAZER HOJE?

Então, sem mais delongas, hen hen hen ou quas quas quas, aí vão as 10 coisas que Steve Jobs me ensinou e nem sabe.

1 – É a inovação que distingue líderes de seguidores.
Inovação não tem limites. O único limite para a inovação é a imaginação.
Então você tem que pensar fora da caixa, buscar um jeito diferente de fazer as coisas e de tornar os produtos e serviços mais eficientes.
Mude sempre que encontrar uma oportunidade de melhoria e não ligue se isso vai enlouquecer as pessoas que trabalham com você. Mude tudo no seu trabalho, mude tudo no seu jeito de se relacionar com as pessoas, mude tudo que não te deixa plenamente feliz.
E para conseguir isso, enrolar não é uma opção, alisar egos também não é uma opção. Procure inovação sempre!

2 – Eleve seu padrão porque nada mais do que a excelência importa.

Não existe atalho para a excelência. Se quiser se destacar você precisa fazer da excelência uma prioridade. Você tem que usar cem por cento dos seus talentos, cem por cento das suas habilidades, cem por cento da sua força de vontade e cem por cento das suas competências.

Se isso não for suficiente, agregue conhecimento, talento e competências de outras pessoas. Não aceite o normal, o bom, mas lute sempre pelo algo mais, pelo pedrão que ultrapassa todos os padrões pela diferença que faz a diferença.

Recentemente tive o prazer de visitar BH e conhecer a cultura de uma empresa brasileira incrível liderada pelo JP o Mateus e um bando de malucos apaixonados pela excelência.

Quando eu visitei o Hotmart com um colega de projeto, eu sentia na atmosfera uma energia diferente.

O Hotmart tem uma cultura de excelência impregnada nas atitudes, nas falas e nos resultados que eles entregam para o mercado em que atuam. Qualquer funcionário de lá que escuta alguém dizer GG, já entende que ou é tudo ou nada, ou fazemos o melhor que pudermos ou não vai está pronto…amei isso!
Era assim que Jobs pensava: entregar algo excelente não é questão de escolha, era a única opção em sua cabeça.
Faça mais que o combinado, entregue mais que o esperado e surpreenda-se com o que a vida lhe dará de volta!

3 – Só há uma maneira de entregar um trabalho excelente: Ser loucamente apaixonado pelo que você faz!

São 5 palavras diferentes que juntas formam a frase que pode mudar tudo em sua vida: FAÇA O QUE VOCÊ AMA!
Ter um senso de propósito na vida que dê significado, direção e satisfação é o que deveria mover cada ser humano que desembarca neste planetinha chamado terra!
Ter um senso de direção e fazer tudo com amor além de contribuir para uma saúde melhor, uma vida mais longa, também te ajuda a ter a resiliência necessária para enfrentar os momentos difíceis que são naturais na vida.
O que você precisa fazer agora é analisar sua vida e pensar: Toda segunda você acorda vibrando e cheio de vontade de enfrentar sua semana de trabalho?

Se sua resposta for não, talvez você esteja no trabalho errado. Se for empreendedor isso vai lhe impedir de crescer e se for empregado, você está fazendo você e seu empregador perder tempo e dinheiro. Simples assim…

4 – Deixe um legado
Você não planta e nem mesmo, na maioria das vezes prepara os alimentos que você come. O mundo é assim. Nós vestimos roupas que os outros fazer, falamos um idioma que outros criaram, usamos matemática, tomamos remédios, andamos em carros, voamos em aviões tudo desenvolvido por alguém que um dia ousou.
O mundo se beneficia de muitas coisas desenvolvidas por pessoas que em algum momento foram taxados de loucos.
Mas, fazer algo que irá perdurar e ser útil para as pessoas quando não estivermos mais aqui, deve ser um sentimento maravilhoso.

É colocar algo útil no depósito do universo, que alguém vai usar, se beneficiar, transformar e melhorar.

É fazer a diferença neste mundo, contribuindo para um bem maior e não ficar olhando para o próprio umbigo.

Agir assim é que dá sentido à vida. Seja algo pequeno ou algo grandioso. Todas nossas ações ressoam de alguma maneira no universo para o bem ou para o mal. Tenha sempre isso em mente.

5 – Mente de iniciante, e atitudes de mestre

Ter uma mente de iniciante é procurar perceber as coisas como elas são e não como gostaríamos que fosse.
Ter uma mente de iniciante é olhar para a os projetos, para as ideias e para as situações da vida sem preconceitos, sem julgamento, sem expectativas e deixar fluir.

Ter mente de iniciante e ter, as vezes, o olhar de uma criança que é curiosa com tudo e não tem medo de experimentar nada. Melhore 1% todo dia e você estará se dando de presente a oportunidade de aproveitar a jornada e evoluir até a maestria.

6 – Mantenha seu cérebro trabalhando, e ele ficará cada dia melhor
Vários estudos já confirmaram que a Televisão é um passatempo muito pernicioso, porque ela desliga seu cérebro, enquanto manter-se em ação e produzindo deixa seu cérebro ligado.
Hoje na internet tem muito lixo em vídeo também. Então temos que fazer boas escolhas sobre como estamos alimentando o nosso subconsciente. Tente manter uma conversa inteligente com alguém que passa todo seu tempo livre na TV, no Facebook ou no videogame e você perceberá que é quase impossível.

7 – As vezes perder significa ganhar

Steve foi demitido da empresa que ele criou, viveu seu inferno astral mas nunca confundiu o “cometer um erro” com o “ser um erro”.
Me apresente uma pessoa bem sucedida que nunca passou por dificuldades, nunca errou ou nunca teve sua cota de derrotas. Se a pessoa se acha nota 10 em tudo, talvez precise se dar um zero em humildade.
Agora é muito comum as pessoas após cometerem graves erros, darem a volta por cima, usar o aprendizado do erro e se tornar um vencedor. Steve Jobs foi um exemplo de persistência e superação.
Erros devem ser encarados como sinal de alerta, para se preparar melhor, estudar mais, planejar mais, executar com mais atenção e nunca como uma derrota definitiva.
Afinal, quem passou pela vida e não sofreu, não foi homem e nem mulher. Quem passou pela vida e não sofreu, foi apenas um feto, que passou pela vida e não viveu.

8 – Tire um tempo para pensar

Jobs mencionou que trocaria todo seu conhecimento sobre tecnologia por uma tarde com Sócrates e outras grandes mentes do passado.
Refletir sobre grandes mentes, ler grandes pensadores, ter contato com suas histórias e com o rico conhecimento que eles deixaram pode trazer mais beleza, e leveza para nossas vidas.

9 – Se não for para deixar uma marca no universo, por que estar aqui?
Pensar sobre as coisas em vez de colocar a mão na massa ou falar sobre coisas e pessoas ao invés de agir proativamente está destruindo o potencial criador das pessoas.
Há muita coisa para ser criada neste mundo, e muito a ser realizado ao nosso redor… ë só você olhar a sua volta!
Todos nós nascemos com algum dom, e podemos usar este dom para impactar o mundo de forma positiva e ainda realizar nossos sonhos e suprir nossas necessidades, interesses e paixões.
Deixe sua marca positiva no mundo. Como disse certa vez Madre Teresa de Calcutá: Ninguém tem o direito de encontrar um ser humano sem deixá-lo um pouco melhor do que encontrou.

10 – Você vai morrer, então não gaste seu tempo vivendo a vida dos outros

Para terminar, nós não podemos cair na armadilha de pautar nossas vidas pelas opiniões de outras pessoas, por mais que as amemos. Não podemos deixar o barulho dos outros calar nossa voz interior.
No fundo, no fundo, cada um de nós sabe o que devemos fazer, mas, geralmente gastamos boa parte de nossa vida tentando agradar os outros para sermos aceitos pela família, pela sociedade, pelos amigos, pela religião, pelo clube, etc….isso está errado!

Temos que parar de viver para que outros realizem seus sonhos. Se a vida é sua você tem o direito de vivê-la da forma que você for melhor para você.
No começo é difícil, eu sei muito bem o que é isso.

Quando comecei a largar várias coisas que só consumiram meu tempo e energia para focar no que realmente acredito que pode fazer a diferença não só na minha vida mas também na das pessoas, não faltaram pessoas para me julgar.

Se isso acontecer, persista mesmo assim e logo você verá sua vida como um todo melhorar.

E para fechar tomo a liberdade de parafrasear o próprio jobs em Think Diffetent, de 1997.

“Esta é uma homenagem aos loucos. Aos que não se adaptam. Aos rebeldes. Aos desordeiros.
É uma homenagem às fichas redondas em buracos quadrados. Aos que enxergam as coisas de forma diferente. Aos que não gostam de regras e nÃo sentem qualquer respeito pelo “Status Quo”.
Este tipo de pessoas terão que ser notadas. Você pode discordar deles, ou apontá-los como os vilões. Mas você não conseguirá ignorá-los, porque queira você ou não, eles vão mudar as coisas.
São os malucos que fazem a humanidade avançar. Ainda que alguns os vêem como loucos, deveríamos vê-los como gênios, pois somente as pessoas suficientemente loucas para acharem que podem mudar o mundo, são as que realmente fazem a diferença e mudam as coisas de verdade.”

Se você gostou deste artigo, e quer receber outros da minha série 10 Coisas que Aprendi, deixe aqui o seu contato que eu vou lhe enviar gratuitamente todo o material.

Você também pode compartilhar este conteúdo com outros empreendedores usando nossos botões de redes sociais abaixo.

Categorias
Estratégia

Você vai desperdiçar sua crise?

7 dicas para usar a crise a favor dos seus negócios

Eu descobri uma frase atribuída a Winston Churchill que diz: “nunca se desperdiça uma boa crise”.

Parando para pensar, e tentando não cair em velhos clichês, historicamente o mundo só melhora, quando as coisas pioram muito e alguém ou um grupo resolve mudar a situação.

As grandes invenções da humanidade como a luz elétrica, a vacina contra a poliomielite, as leis de transito e muitas outras coisas, só surgiram, pois havia uma crise em andamento.

Então só posso concluir que momentos difíceis acabam virando uma excelente oportunidade para para enfrentar e vencer desafios que nós como empresários estávamos procrastinando, ou sequer não sabíamos que existiam antes de ficaram mais evidentes nos  nestas horas mais difíceis.

Então aqui estão 7 maneiras para você não desperdiçar sua crise, e implementar mudanças importantes em seus negócios:

1 – Produza mais com menos – É um excelente momento para cortar aquele custo que não está mais agregando nada ao negócio, renegociar contratos ou eliminar produtos e serviços que agregam pouco ou nenhum valor ao negócio. Procure a eficiência operacional em todos os níveis, passando por custos e chegando a todas as áreas do negócio.

2 – Não tenha medo de reajustar preços – Já foi comprovado que 5% de aumento em produtos ou serviços, podem aumentar significativamente a lucratividade em uma carteira de clientes. Tenha coragem e se você realmente entrega valor aos seus clientes, eles entenderão um pequeno “repasse” para seu preço final. Tudo depende de como é feito.

3 – Reveja seus processos – Processos repetitivos ou longos geram custos e diminuem a produtividade. Analise sua rotina de trabalho e simplifique o máximo que puder. Melhor produtividade é igual a melhores resultados. Então,  burocracias você pode eliminar?

4 – Tenha conversas definitivas – Sabe “aquelas” conversas francas que você precisa ter com sua equipe, com o colaborador que não performa ou com aquela pessoa que não está comprometida? Aproveite a crise e tenha estas conversas francas. Se for o caso, de demitir, demita. Se for o caso de romper com compromissos que só fazem você perder tempo, rompa!

5 – Demita clientes não lucrativos – As vezes mantemos clientes que definitivamente não gera valor ao negócio, reclama muito, demanda muito tempo, enfim dá muito trabalho e pouco lucro. Deixe-os ir tenha uma conversa franca imponha suas condições ou libere-os para infernizar sua concorrência.

6 – Corte regalias – Isso vale para a empresa e também para a vida familiar. Será que todos precisam mesmo de 4 vale transporte para ir trabalhar? Será que a TV a cabo de casa precisa mesmo de 750 canais? Será que aquele atraso de vinte minutos todos os dias não pode ser evitado.. ou descontado? Acredite, sempre dá para otimizar sem perder.

7 – Não se economize e não permita que seu pessoal se economize – É hora de dar o seu melhor e exigir o melhor do time. Injete senso de urgência, foco, disciplina e disposição renovada para atingir seus objetivos. Coloque metas claras, desafiadoras porém realistas para a empresa e para as pessoas, e torne-as sagradas.

E você, vai desperdiçar sua crise ou vai aproveitar para implementar melhorias e ajustes que podem fazer você sair ainda mais forte do cenário atual?

Cido Rodrigues – é empresário, jornalista e business coach. Dirige a Spar Comunicação e a Negócio Efetivo, uma consultoria para micro e pequenos empresários: Saiba mais em: www.negocioefetivo.com.br

Categorias
Estratégia

8 FRASES QUE VOCÊ NUNCA DEVE FALAR AO CLIENTE

É até fácil saber como tratar bem um cliente. Mas no diálogo, existe certas FRASES QUE VOCÊ NUNCA DEVE FALAR AO CLIENTE. Isso porque você estará demonstrando incompetência, causando má impressão e gerando dúvidas sobre o seu trabalho. Conheça abaixo algumas FRASES QUE VOCÊ NUNCA DEVE FALAR AO CLIENTE e nunca mais perca um negócio

Jamais use a palavra “não” no início da frase
Começar uma frase dizendo não sempre acaba parecendo algo negativo, o que pode desagradar seu cliente. Mas existem formas de contornar, construindo frases diferentes ou optando por outras alternativas. Por exemplo: se o cliente pergunta se você oferece determinado serviço, e você não o faz, ao invés de responder “Não, não faço”, você pode dizer “Costumo fazer isso, isso e isso que é um pouco diferente, será que o satisfaz? ”.

Evite dizer não sei
Você é um prestador de serviço, no comércio, na educação, em consultorias, por exemplo. Quando o cliente lhe pergunta algo, a última resposta que quer ouvir é um “não sei”, principalmente se estiver perguntando algo sobre sua área de atuação. Mas, claro, ninguém é obrigado a saber tudo. Quando você não souber, diga “Vou procurar essa informação para o senhor”.

Evite dizer “você tem que fazer”
Ninguém gosta de receber uma ordem dessa forma. Ao falar assim você não consegue a simpatia da outra pessoa pois ela perde a vontade de fazer seja lá o que for. Por isso, caso precise falar algo parecido para um cliente, como por exemplo “Você tem que pagar à vista”, use termos mais leves como “Devido a situação atual aqui nós só recebemos pagamentos à vista”. Trata-se da mesma mensagem sendo passada de forma mais passiva.

Evite dizer “você está enganado”
Uma das principais FRASES QUE VOCÊ NUNCA DEVE FALAR AO CLIENTE. Se um atendente fala isso parece estar falando chamando o cliente de errado. E ele não vai gostar de ser depreciado. Quando ele realmente estiver enganado, tente mostrar isso de outras formas, sem ter que falar diretamente isso para ele. Mostrar provas do seu ponto de vista pode ser mais útil para ele mudar de opinião ou entender que está errado.

Evite dizer “você não entendeu o que eu disse”
Por mais delicado que você seja, essa frase mostra que está chamando o cliente de pouco inteligente. E ele não vai gostar de se sentir menosprezado. Procure usar frases mais simpáticas como “Acho que eu não soube me expressar e vou falar de forma mais esclarecedora”.

Evite dizer “não posso fazer nada”
Essa é a pior das FRASES QUE VOCÊ NUNCA DEVE FALAR AO CLIENTE. Ao dizer isso, o cliente pode achar que você não quer ajuda-lo e não terá uma boa impressão. Tente sempre ajudar de alguma forma, indicando outros serviços, telefones, pessoas, o que puder. E deseje boa sorte no final.

Evite dizer “eu não tenho” ou “eu não faço”
Mesmo que você não tenha ou não faça exatamente o que o cliente quer, você pode ajuda-lo e se ajudar. Ao invés de dizer, “não tenho essa marca”, diga “trabalho com as marcas tais e tais”. Dessa forma o cliente pode até mudar de ideia é realizar o negócio com você.

Evite dizer vocativos impessoais
Sabe aquela forma carinhosa que chamamos os amigos, como querido, patrão, flor ou amiga? Jamais chame clientes por essa forma. Você não tem essa intimidade com ele e forçar a barra para ser simpático pode ser pior. Chame o cliente pelo nome para ressaltar sua individualidade e mostrar que o respeita. Essa é a melhor forma de agir.

Categorias
Estratégia

LIVROS QUE TODO EMPRESÁRIO DEVE LER

Ser empresário não é apenas ficar cuidando da gestão da própria empresa ou dos seus empregados e produtos. É preciso investir também em LIVROS QUE TODO EMPRESÁRIO DEVE LER.
Segundo Russel Sarder, CEO da Netcom Learning, o segredo dos empreendedores que são milionários é ler todos os dias. Como ele fatura US$ 10 milhões por ano, não deve estar brincando!
O objetivo em prestar atenção nos LIVROS QUE TODO EMPRESÁRIO DEVE LER é que eles irão trazer conhecimento e inovação que são fundamentais para quem quer crescer no mercado hoje em dia. A ideia que os empresários leiam de uma a duas horas por dia como forma de estudar mais sobre investimentos, negócios e empreendedorismo. Para facilitar, vamos mostrar aqui LIVROS QUE TODO EMPRESÁRIO DEVE LER.

Como Fazer Uma Empresa Dar Certo em um País Incerto
Lançado pelo Instituto Endeavor esse interessante livro mostra a história de mais de 50 empresários brasileiros de sucesso. Podemos conhecer o depoimento de Jorge Gerdau, Abílio Diniz, Marcel Telles, Emílio Odebrecht, entre outros. E aprender com a história deles. (Elsevier Editora).

O Andar do Bêbado
Livro excelente para empresários que querem aprender a lidar com o acaso. Isso é uma das maiores dificuldades atualmente porque as pessoas não sabem lidar quando ocorre algo que não estava nos planos da empresa. Tomam decisões racionais sem saber administrar os acontecimentos repentinos. E podem engessar todo o seu investimento. (Editora Zahar)

Desenhando Negócios
Dam Roa autor do livro, tem como objetivo mostrar uma nova forma de pensar com imagens. Isso ajuda a ter novas ideias, descobrir novos caminhos e resolver problemas de maneiras diferentes. Além de aumentar a capacidade de ter insights. No final, o empresário vai desenvolver sua competência visual. (Editora Campus)

Startup Brasil
O livro traz a história de dez empresários brasileiros como Alexandre Tadeu da Costa, da Cacau Show e Miguel Krigsner de O Boticário. Em uma linguagem bem-humorada, os empresários dão seu depoimento falando sobre como enfrentaram a concorrência, as dificuldades para entrar no mercado, o crescimento além do esperado. E como agora conseguiram alcançar o sucesso. (Editora Agir)

Empreendedorismo Inovador – Como Criar Startups de Tecnologia No Brasil
O livro é escrito por 25 especialistas que falam desde sobre o contexto do empreendedorismo brasileiro até as vantagens e desvantagens de se ter um sócio na empresa. É perfeito para quem pretende abrir um negócio voltado para a tecnologia, mas possui informações que irão ajudar empreendedores de várias áreas, já que os conselhos e dicas são universas. (Editora Évora)

Inovação Em Modelos de Negócios – Business Model Generation

Diferenciado, esse livro escrito por a obra de Alexander Osterwalder traz algumas ferramentas bem simples e testadas para que o empreendedor saiba projetar, compreender, trabalhar e implementar seu negócio no mercado. Pode ser bastante útil para quem está começando, mas também para quem quer melhorar. (Editora Alta Books)

Investidor Anjo – Guia Prático Para Empreendedores e Investidores
Como indica o nome, o livro é um verdadeiro guia que traz o passo a passo de como empreendedores conseguem seus investimentos. De maneira simples e didática, apresenta os melhores modelos e práticas do mercado. Tem como objetivo ajudar tanto os empreendedores quanto os investidores. (Editora Versos)

Pioneiros e Empreendedores: A Saga do Desenvolvimento no Brasil

Escrito por Jacques Marcovitch, esse é um outro livro que mostra a história de grandes sucessos de empresários brasileiros. Como por exemplo, os sucessos e dificuldades que algumas famílias passaram como Francisco Matarazzo, Nami Jafet, Jorge Street, Júlio Mesquita, Roberto Simonsen. Mesmo ocorrendo em uma época diferente, e interessante analisar como essas famílias conseguiram enfrentar suas dificuldades. (Editora Saraiva):

Categorias
Estratégia

O que são GATILHOS MENTAIS?

Quando vendemos algo, sabemos que na verdade é a emoção que vende, enquanto a razão apenas valida a compra. E nesse momento que entram os GATILHOS MENTAIS. Os GATILHOS MENTAIS tratam-se de argumentos bastante persuasivos que inconscientemente fazem uma pessoa comprar o produto A e não o produto B. E é isso que você precisa aprender a usar para ter mais sucesso em seu negócio. Conheça os vários GATILHOS MENTAIS que são usados no mercado.

GATILHOS MENTAIS – Autoridade É importante mostrar que tem autoridade na área que você atua. Pense: quando você vai ser atendido em uma empresa, prefere ser atendido por um cara que tem Ph.D. no assunto, certificados de cursos ou por alguém que acabou de se formar? Lembre-se que é importante mostrar a credibilidade que você tem e os conhecimentos adquiridos. Mas muita atenção: mostrar tudo isso fará com que você se exponha mais. Então só faça isso se realmente tiver conhecimento sobre o assunto. Se não tiver, o cliente vai descobrir e você será visto como propaganda enganosa.

GATILHOS MENTAIS – antecipação Sabe quando assistimos o final de um episódio e aparece as cenas dos próximos capítulos? Ficamos super curiosos e ansiosos para saber o que vai acontecer. O mesmo ocorre quando vemos o trailer de um filme. O gatilho mental de antecipação tem o poder de nos fazer experimentar uma sensação de quero mais. Isso é importante para seu negócio.

GATILHOS MENTAIS – Escassez Imagine que você está em um supermercado e encontra dois produtos> um com a prateleira cheia e o outro com apenas dois itens. Sabe qual a tendência? Comprar o que tem apenas dois pois ficará imaginando que se vendeu tanto é bom. Esse é o poder do gatilho mental da escassez. E a razão de expressões como “Vagas limitadas” ou “enquanto durarem os estoques” fazerem tanto sucesso no mercado atual.

GATILHOS MENTAIS – Prova social Esse gatilho trata-se da velha e boa propaganda boca a boca. Nada mais poderoso do que ouvir outra pessoa falar bem de um produto/serviço. Principalmente quando são muitas pessoas pois tendemos a concordar com a maioria automaticamente.

GATILHOS MENTAIS – Contraste Alguns produtos e serviços, quando colocados lado a lado com coisas boas, acabam não tendo muito destaque por não apresentarem muito diferencial. Mas quando colocados ao lado de algo ruim, acabam se destacando. Isso ocorre porque nosso cérebro é estimulado a ver diferenças, então toda vez que você compara seu serviço/ produto com algo pior, pode aumentar seu valor.

GATILHOS MENTAIS – Segurança Nenhum produto ou serviço é adquirido se o cliente não sentir segurança no que está fazendo, não só no produto em si, mas também com quem está lidando. Por isso, faça da expressão “Satisfação garantida ou o seu dinheiro de volta” algo fundamental no seu negócio.

GATILHOS MENTAIS – Surpresa É a emoção que sentimos quando recebemos mais do que esperamos. Pode ser um brinde, um desconto, um vale, um serviço a mais. Isso fará com que o negócio com você seja algo prazeroso.

GATILHOS MENTAIS – Solução Esse gatilho é aquele que faz com que as pessoas, por exemplo, comprem uma roupa de marca. Elas não querem apenas a roupa, mas o status que terão ao usar o produto. Descubra como o seu produto ou serviço se encaixa nesse processo.

GATILHOS MENTAIS – Exclusividade Expressões como “VIP” ou “somente para convidados” faz com que as pessoas se sintam especiais e não apenas pessoas comuns. A sensação de ter algo que as outras pessoas não vão ter acaba se tornando importante em um negócio pois o cliente quer essa sensação.

Categorias
Coaching Estratégia Produtividade

6 MÉTODOS PARA OTIMIZAR O SEU TEMPO

O que fazer para que o dia renda mais?

A reclamação das pessoas a respeito da falta de tempo é recorrente, porém inútil. Todos nós, não importa se somos ricos ou pobres, executivos ou trabalhador braçal, temos 24 por dia.

É como se o “banco da vida” depositasse todos os dias 2400 reais em sua conta da vida mas meia noite esta conta é zerada novamente e no dia seguinte a única coisa que você terá dia seguinte serão 2400 reais, ou 24 horas.

Você não armazena o recurso, e não pode fazer nada para retê-lo… ele vai acabar.

Isso significa que você não administra ou economiza tempo, o que você pode fazer é otimizar.

Otimizar o tempo significa fazer mais com menos. Usar bem este recurso finito para que seus mais importantes objetivos sejam realizados.

Para ajudar, aqui vão 6 métodos para otimizar o tempo.

1) Tenha objetivos claros

A decisão de otimizar o tempo deve ser tomada com algo em mente: passar mais tempo com a família, poder passear, descansar, concluir um projeto no prazo, etc. Portanto, o foco é essencial. Lembrar-se do que se deseja fazer e colocar na cabeça que aquela tarefa é a chave não se perder em distrações que consomem seus dias.

Uma dica que pode ser útil é logo pela manhã anotar em um papel que esteja em seu bolso 3 tarefas importantes para você e não ir dormir sem cumpri-la. Execute as mais difíceis primeiro. Isso dará um conforto emocional para o restante dos desafios de seu dia.

2) Pedir ajuda

Delegar, pedir ajuda e conversar com amigos, colaboradores e familiares, sobre sua necessidade de se manter focado e sem interrupções pode ajudar muito.

Outra coisa  que você pode fazer é gastar sua energia naquilo que você é bom e consegue operar em alta performance, delegando ou terceirizando todo o resto. Ninguém é competente em tudo. Insistir em fazer coisas que não somos bons, além de gastar muito tempo, os resultados costumam ser medíocres.

3) Se você não decidir seu dia, decidirão por você

A vida é dinâmica e alterações podem afetar os cronogramas. Mas você precisa decidir como usará cada hora do seu dia, ou ficará a mercê das demandas dos outros. Se você não estiver trabalhando em seus sonhos, estará trabalhando nos sonhos de alguém. Pense nisso.

4) Procrastinação, este monstros devorador de vidas

Otimizar o tempo, definitivamente não combina com procrastinação. Nosso cérebro, tentando nos proteger, nos coloca em uma armadilha cruel que é adiar tarefas, decisões e atitudes que precisam de ação imediata. Isso gera estresse, problemas de relacionamentos e estagnação. Vencer a procrastinação é uma luta diária que todos temos que enfrentar com coragem e determinação, para vencer.

Quando se busca justificativas, as tarefas vão se acumulando e podem virar problemas de difícil solução. Procure desenvolver o seguinte hábito: Precisa ser feito? Se precisar, e puder ser feito na hora, faça!

5) Prioridades te fazem avançar

A melhor maneira de devorar um elefante, é um pedacinho de cada vez. Então não tente ser tudo para todos ou fazer tudo para todos. Aprender a dizer não, vai ser mais útil para você, do que aprender a falar inglês.

6) Distração pode destruir seus sonhos

Relaxar é preciso, mas cuidado para não se tornar um relaxado, no pior sentido da palavra.

Hoje em dia existe uma variedade imensa de distrações que roubam sua atenção e foco. O ideal é que você pudesse viver sem Facebook, BBB e outras besteiras da TV, WhatsApp e outras coisas que ficam te distraindo enquanto você poderia estar fazendo coisas que te levam pra frente.

Espero que goste das dicas. tem muito mais no meu site: www.negocioefetivo.com.br . Basta deixar seu e-mail lá e eu te mantenho informado com outras dicas para otimizar o tempo, a vida e os negócios.


Cido Rodrigues – É empresário, jornalista e coach de micro e pequenos empresários. Criou a metodologia Negócio Efetivo para ajudar empreendedores a escapar da armadilha do emprego por conta própria e ter um negócio de fato.

Categorias
Coaching Estratégia Produtividade

10 MOTIVOS QUE DEVEM FAZER VOCÊ ENFRENTAR SEUS MEDOS

Por que você deve tentar?

O medo é um sentimento que faz parte da vida das pessoas. Pode-se ter medo de muitas coisas, desde situações simples, como cair usando um salto, a situações mais complicadas, como perder uma pessoa. O medo também está presente na vida profissional de muitas pessoas e pode ser prejudicial em algumas circunstâncias. Pensando nisso, considere os 10 motivos que devem fazer você enfrentar seus medos.

1) O medo de impede de crescer profissionalmente: quando as pessoas têm medo podem acabar não aceitando propostas bastante promissoras;

2) O medo faz com que você fique estacionado e não cresça: uma vez que você não tem coragem de mudar, você pode não sair do lugar. Se você poderia já ser gerente, continua ocupando um cargo mais baixo porque não teve coragem;

3) Muitos medos nunca se concretizam: o medo é sempre relacionado a situações futuras. Ninguém tem medo do que já passou, tem medo do que pode acontecer. No entanto, a maioria das coisas que as pessoas temem acontecer nunca virará realidade. Isso é motivo suficiente para que as pessoas percebam que o medo, muitas vezes, é infundado e só serve para atrapalhar;

4) Você não pode controlar tudo: se você decide não aceitar uma proposta de sociedade em um trabalho por medo de fracassar e perder dinheiro, por exemplo, saiba que você pode fracassar de outra forma, em outra ocasião, e isso porque você não pode controlar tudo.; 

5) Pessoas que gostam de você esperam que você vença: não importa do que você tenha medo, sempre há pessoas torcendo por você e pelo seu sucesso. Não importa quem sejam esses torcedores: eles esperam que você tenha coragem para enfrentar os seus medos e tornar-se uma pessoa melhor. Por isso, considere a possibilidade;

6) Os resultados podem ser muito bons para quem decide vender o medo: uma pessoa que vence o seu medo de voar consegue desfrutar de uma vista maravilhosa que somente quem está lá no alto pode ver. Entretanto, ela não teria essa experiência se não decidisse superar os seus limites. Isso serve para outros tipos de medo: o resultado pode ser surpreendentemente bom e você ficará se perguntando “por que eu não fiz isso antes?”;

7) A sua imagem é muito melhorada: ninguém gosta de ser visto pelas demais pessoas como alguém covarde, que não dá um passo à frente e que está sempre na zona de conforto. Existem pessoas que, mesmo não gostando de serem vistas assim, não têm forças para mudar por conta do medo que sentem. Se você quer mudar a forma como as pessoas veem você e sua postura, esse é mais um motivo para você enfrentar o que teme;

8) Depois que você enfrentar o seu medo, ele parecerá menor: as coisas costumam parecer mais difíceis quando não são conhecidas. Voltando ao exemplo do avião: uma pessoa que nunca voou tende a achar a viagem muito mais difícil e perigosa. Depois, porém, de voar, tudo parece mais simples. Quando você enfrentar os seus medos, verá que eles podiam nem ser tão grandes assim;

9) A autoestima sobe e você sente-se melhor: quem tem medo sabe que tem e pode sentir-se covarde, tendo a autoestima prejudicada. Esse é mais um motivo para vencer os medos. Quando você faz isso, sente-se mais alegre e com mais disposição para enfrentar o que vier;

10) Todo mundo tem medo de algo: se outras pessoas têm medo e esforçam-se por vencê-lo, então você também pode. Avalie esses motivos, anime-se e comece a enfrentar os seus medos.

Categorias
Estratégia Produtividade

DICAS PARA ENCANTAR O CLIENTE NO PRIMEIRO CONTATO